Planos de GestãoPlano de Gestão da Diretoria - Cronograma 2S 2017

Itens da Propostas de Gestão

Cronograma Aproximado de Gestão 2S/2017 - (08/2017)

#somos_todos_IFGW

  1. Em um momento de contingenciamento e crise financeira, além de controlar os gastos e negociar com a Reitoria, será preciso buscar recursos de outras fontes. O IFGW possui uma excelente infraestrutura laboratorial que pode ser muito útil à sociedade, através dos usos das oficinas, LAMULT, Equipamentos Multiusuários (EMU) – Fapesp, etc. Estes equipamentos podem ser utilizados para gerar recursos para o IFGW e para a UNICAMP através de uma melhor organização de sua agenda de uso, sempre em concordância com o grupo responsável por cada equipamento. Para isso, pretendemos criar um Fundo de Amparo à Pesquisa (FAP_IFGW) administrado pela Funcamp, cujo gerenciamento será realizado por um comitê específico. Os recursos assim adquiridos permitirão realizar compras e serviços emergenciais para todo o Instituto com maior agilidade, eficiência e transparência, além de permitir melhor manutenção e operacionalidade dos equipamentos e setores que originam esses recursos.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Tomar ciência do orçamento do IFGW em todas as rubricas. Criar cronograma de desembolso baseado na previsão de descontingenciamento e negociação com a Administração Central. Iniciar conversa com os chefes de departamento para identificar o acervo de equipamentos de acesso controlado (EAC). Iniciar criação da área de prestação de serviço de pequena monta “Experimentos em Física” ou equivalente (APSEF). Organizar cronograma de gestão financeira do IFGW e aumentar a transparência; Promover a criação da APSEF e das regras de utilização dos equipamentos, formação do comitê gestor, ligação com o LAMULT, agendamento, etc Seguir o cronograma de gestão financeira, readequando-o de acordo com as necessidades. Preparar a documentação para a aprovação da APSEF nas instâncias apropriadas.
    Objetivos Tomar ciência da realidade orçamentária do IFGW; planejar gastos; identificar infraestrutura laboratorial disponível para fazer parte do FAP_IFGW. Manter gestão financeira organizada e transparente; avançar na criação do FAP_IFGW. Manter equilibrado o orçamento geral do IFGW e abrir novas oportunidades para uma maior interação extramuros dos grupos do IFGW com captação de recursos.

  2. Dar visibilidade aos diferentes tipos de pesquisa de grupos do IFGW (ou outras unidades da Unicamp, com temas de interesse de nossa comunidade) e procurar motivar uma maior interação entre eles através de pequenos financiamentos específicos (para incentivo, seed money, ou como reconhecimento do resultado final obtido), visando estimular novas colaborações entre diferentes grupos de pesquisa, em particular entre teóricos e experimentais, com a participação de alunos de Pós-graduação.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Fazer levantamento das pesquisas de impacto e colaborações existentes no IFGW. Analisar o orçamento do IFGW para identificar a possibilidade do “Seed Money” e premiação. Iniciar conversas com a PRP. Promover divulgação da pesquisa de impacto do IFGW. Havendo recursos, definir regras para o “Seed Money” e para a premiação de novas colaborações. Havendo recurso, início da divulgação do programa “Seed money” e da premiação para novas colaborações com implementação durante o ano de 2018.
    Objetivos Aprofundar o conhecimento da Direção sobre as pesquisas feitas no IFGW, as colaborações existentes e identificar áreas que podem ser apoiadas e com qual recurso. Dar mais visibilidade à pesquisa realizada no IFGW e incentivar novas colaborações. Motivar e apoiar novas colaborações científicas no IFGW e com outras unidades da Unicamp.

  3. Valorizar a “marca IFGW”, principalmente no Brasil e na América Latina, aproveitando uma rede de ex-alunos do IFGW que hoje estão em diferentes Universidades e Institutos de Pesquisa. Estimular parcerias e buscar formas de atrair talentos do Brasil e da América Latina para o IFGW, desde o nível de graduação até o de pós-doutorado.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Identificar como está a construção da base de dados dos ex-alunos do IFGW. Rediscutir e redefinir o uso das mídias sociais para divulgação do IFGW (portal, facebook, etc). Iniciar discussão sobre possibilidade de criar assessoria de imprensa no IFGW. Completar a construção da base de dados dos ex-alunos do IFGW e iniciar o uso da rede na criação de mecanismo de atração de talentos. Implementar o uso de mídias sociais ainda pouco utilizadas. Avançar na discussão sobre assessoria de imprensa no IFGW. Programar a utilização da base de dados dos ex-alunos do IFGW. Propor cronograma para a utilização dos mecanismos de atração de talentos em 2018. Implementar o uso de mídias sociais ainda pouco utilizadas. Avançar na discussão sobre assessoria de imprensa no IFGW.
    Objetivos Planejar ações para avançar na valorização da marca IFGW. Iniciar elaboração das ações para avançar na valorização da marca IFGW. Construir o cronograma de implementação e acompanhamento das ações para 2018.

  4. Sempre em consonância com a coordenadoria de Pós-Graduação, pretendemos apoiar e incentivar a discussão continuada da melhoria de nosso programa de pós-graduação, seja na atração de novos estudantes, ou para atender às demandas da formação dos nossos alunos em um cenário internacional cada vez competitivo, nas áreas de concentração existentes, respeitando as suas especificidades. Quando pertinente, trabalharemos no sentido de alinhar as iniciativas no Ensino de Graduação e Pós-Graduação do IFGW, procurando mecanismos para a melhor formação de nossos alunos.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Agendar reuniões periódicas com o coordenador de Pós-graduação e da comissão de ensino da Congregação. Identificar possibilidade de administração conjunta do orçamento em determinadas rubricas. Discutir a utilização do Programa Integrado de Formação (PIF) - IFGW - Unicamp. Realizar reuniões e criar rubrica de administração conjunta, se assim acordado. Discutir conjuntamente ampliação de mecanismos de atração de alunos conjuntamente com a evolução do cronograma no item 3. Propor os novos mecanismos de atração para implementação em 2018 de acordo com a evolução do item 3. Planejar gastos do fundo comum, se implementado. Implementar o PIF no 2S 2018, se assim for decidido.
    Objetivos Apoiar a discussão continuada para a melhoria do nosso programa de Pós-graduação e as iniciativas de atração de estudantes. Aproximar a discussão pedagógica entre a graduação e a pós-graduação. Facilitar processo de uso de recursos da Diretoria e da CPG. Avançar em novas iniciativas de atração de estudantes e na discussão pedagógica conjunta entre a graduação e pós-graduação. Facilitar processo de uso de recursos da Diretoria e da CPG. Programar a implementação de novas iniciativas de atração de estudantes e identificar ações concretas na prática pedagógica conjunta entre a graduação e pós-graduação.

  5. Implementar novas ações no Ensino de Graduação: promover a participação ativa do IFGW na discussão de mecanismos plurais e abrangentes de ingresso que a UNICAMP promove (como por exemplo SISU e PROFIS), em busca do programa mais inclusivo possível que não deixe de lado a permanência e o desempenho acadêmico dos ingressantes; promover atividades de divulgação dos cursos de graduação do IFGW além das oficinas e da UPA, organizando visita dos coordenadores de graduação do IFGW a escolas específicas pré-selecionadas de Ensino Médio; motivar e apoiar os trabalhos de revisão curricular, métodos de verificação de aprendizagem e práticas pedagógicas dos cursos do IFGW. De forma mais imediata, apoiar a comissão de graduação para dois assuntos específicos que merecem pronta atenção: reformulação das licenciaturas e a ampliação de vagas da Engenharia Física, insistindo na negociação com a FEM para diminuir as viagens dos alunos para a FCA.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Planejar o acompanhamento dos trabalhos do GT da Reitoria para a implementação do princípio de cotas no vestibular da Unicamp. Iniciar a discussão sobre novas iniciativas de atração de alunos de acordo com a evolução do item. Discutir possibilidade de visitas às escolas além da participação da UPA, oficinas, etc. Discutir a estratégia do início das negociações com a FEM e PRG em relação à Engenharia Física e fomentar a discussão sobre nossas licenciaturas. Averiguar o andamento dos GTs da graduação e trabalhos de revisão curricular, etc. Promover discussões no IFGW sobre os mecanismos plurais e abrangentes de ingresso da UNICAMP e o impacto nos cursos do IFGW, em especial sobre a licenciatura e a sua reestruturação. Traçar cronograma de encerramento dos GTs da graduação. Iniciar conversas e negociações com a FEM, FCA sobre a Engenharia Física. Iniciar a elaboração de programas de acompanhamento do impacto dos mecanismos plurais e abrangentes de ingresso da UNICAMP nos cursos do IFGW; planejar os novos mecanismos de divulgação dos cursos do IFGW; propor cronograma de aprovação, se for o caso, dos trabalhos de revisão curricular, métodos de verificação de aprendizagem e práticas pedagógicas, reformulação das licenciaturas e a ampliação de vagas da Engenharia Física.
    Objetivos Discutir os mecanismos plurais e abrangentes de ingresso da UNICAMP nos cursos do IFGW; melhorar a divulgação dos cursos do IFGW; avançar nos trabalhos de revisão curricular, métodos de verificação de aprendizagem e práticas pedagógicas, reformulação das licenciaturas e a ampliação de vagas da Engenharia Física. Iniciar processo de revalidação dos cursos 04 e 40 que durará todo semestre. Definir os mecanismos plurais e abrangentes de ingresso da UNICAMP nos cursos do IFGW; melhorar a divulgação dos cursos do IFGW; avançar nos trabalhos de revisão curricular, métodos de verificação de aprendizagem e práticas pedagógicas, reformulação das licenciaturas e a ampliação de vagas da Engenharia Física. Iniciar as discussões sobre o possível impacto dos novos instrumentos de ingresso da UNICAMP nos cursos do IFGW; avançar na divulgação dos cursos do IFGW (item 3); promover a revisão curricular, dos métodos de verificação de aprendizagem e práticas pedagógicas, a reformulação das licenciaturas e a ampliação de vagas da Engenharia Física.

  6. Apoiar a graduação e a pós-graduação ao buscar facilitar e flexibilizar as escolhas de práticas de ensino (como por exemplo, a utilização de PADs e PEDSs), procedimentos e normas (matrícula, atribuição didática, estrutura das disciplinas), de acordo com as especificidades de nossos cursos, atuando fortemente para a revisão e implementação do Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (SIGA) de acordo com estas necessidades.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Agendar reuniões com a PRG, PRPG e DAC juntos com os coordenadores de graduação do IFGW para apoiar e acompanhar a implementação completa do SIGA. Insistir na transparência e na contabilização correta das horas aulas dos PEDs no sistema. Definir correções do SIGA para que ele atenda as escolhas de práticas de ensino, procedimentos e normas de matrícula, atribuição didática, estrutura das disciplinas, de acordo com as especificidades de nossos cursos. Acompanhar e dar retorno à PRG e à DAC sobre o funcionamento do SIGA de forma geral e nas especificidades de nossos cursos.
    Objetivos Opinar na implementação do Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (SIGA) de acordo com as necessidades do IFGW. Opinar na implementação do Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (SIGA) de acordo com as necessidades do IFGW. Opinar na implementação do Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (SIGA) de acordo com as necessidades do IFGW.

  7. Apoiar e estimular atividades de extensão, como as oficinas de física, FIFE e UPA, expandindo também as atividades do LIEF, ampliando as visitas de escolas ao IFGW e visitas de profissionais do IFGW a escolas, para participação em painéis sobre ciência, tecnologia e a profissão de físico. Estabelecer contatos com organizações envolvidas na difusão de ciência, de forma a ampliar nossa área de atuação. Buscar o contato com empresas de tecnologia, visando criar cursos de extensão (que poderão, se pertinentes, envolver disciplinas de projetos da graduação) para a formação ou atualização em áreas específicas de profissionais já inseridos no mercado de trabalho.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Em sintonia com o item 3), agendar reuniões com os coordenadores da extensão e do LIEF. Iniciar discussões de estratégias de ampliação de visitas e oferecimento de cursos de extensão. Definir a partir das discussões, calendários de visitas e cronograma de cursos de extensão. Discutir criação de “secretaria” de eventos junto com assessoria de imprensa. Divulgar cronograma de cursos e visitas para 2018 e aprovar “criação” da secretaria de eventos/assessoria de imprensa em sintonia com item 3).
    Objetivos Discutir mecanismos de ampliação da atuação da extensão e do LIEF na divulgação da “marca” IFGW e na relação do IFGW com a sociedade. Programar ações de ampliação da atuação da extensão e do LIEF na divulgação da “marca” IFGW e na relação do IFGW com a sociedade. Promover a ampliação da atuação da extensão e do LIEF na divulgação da “marca” IFGW e na relação do IFGW com a sociedade.

  8. Identificar e homogeneizar o fluxo de processos administrativos dos vários setores do IFGW, de forma a buscar a informatização completa dos serviços técnico-administrativos de todo o Instituto, permitindo agilidade, acompanhamento, estatísticas de atendimento e satisfação. Pretendemos aumentar a transparência na gestão administrativa, com procedimentos mais modernos de acompanhamento da utilização dos recursos orçamentários e extra-orçamentários, e do planejamento/execução de atividades de manutenção de nossa infraestrutura.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Reuniões setoriais com supervisores e equipes para identificar gargalos administrativos (inclusive conflitos pessoais); manter contato frequente com relação a setores que exigem mais atenção Levantar fluxo de processos para setores considerados prioritários; eliminar procedimentos redundantes ou mais facilmente substituíveis; discutir com CCJDR uso mais generalizado do Sistema de ordens de serviço (OS); discutir ferramentas de transparência administrativa Iniciar mudanças no Sistema de OS para incluir setores ainda não atendidos do IFGW; reuniões com equipes para mostrar avaliação e mudanças e coletar novas sugestões; projetar atuação junto a setores com menor prioridade
    Objetivos Identificar estrutura de rede e fluxo de dados entre setores; estabelecer prioridades para ação Implementar alterações que amenizem carga administrativa; proporcionar subsídios para discussão no CI de como tornar o IFGW mais transparente Transparência no processo de ‘purga’ administrativa; trocar informações entre setores diferentes mas que mantenham interface de trabalho.

  9. Atualização da descrição de funções no setor de RH do IFGW e criação de programa interno de avaliação regular dos funcionários, aplicado de forma periódica e não necessariamente vinculado a promoções, em complemento ao realizado pela DGRH. Com isso pretendemos gerar subsídios para que decisões da CSA/IFGW possam ocorrer de forma justa e transparente, procurando premiar no progresso na carreira a competência, esforço e dedicação de nosso corpo de funcionários.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Reunião com setores mais diretamente envolvidos com o RH, individualmente e em grupo; criar calendário de reuniões da CSA e discutir novas atribuições relativas a plano de gestão; fortalecer contato com a CIPA; solicitar formação de grupo de acompanhamento mais amplo de funcionários Junto a SecadRH, identificar funcionários com descrição desatualizada e/ou perfil de trabalho em desajuste; verificar possível atualização levando em conta a necessidade do setor e/ou mudanças planejadas, em acordo com a CSA Reuniões individuais com funcionários envolvidos nas atualizações; reuniões com equipes para discutir eventuais mudanças e coletar novas sugestões
    Objetivos Identificar gargalos; discutir novas atribuições da CSA e relação com grupo de acompanhamento; criar cronograma para atividades da CSA; iniciar discussão de políticas de segurança; estimular a realização de reuniões abertas com a comunidade de colaboradores técnicos e administrativos Implementar atualização de funções à medida que verificamos as necessidades setoriais para ajustes de função. Transparência no processo de ajustes.

  10. Avançar em uma política de contratação de pessoal de apoio ao ensino e pesquisa com alta qualificação, eventualmente considerando a criação de um grupo de apoio técnico especializado (GATE), para atender demandas de maior complexidade dos setores ligados às atividades-fim do IFGW. Entre elas, apoio a equipamentos altamente especializados (ex EMUs) e ao desenvolvimento local de instrumentação para os diversos grupos ligados à pesquisa e ao ensino.

    Período Agosto/Setembro Outubro/Novembro Dezembro/Janeiro
    Atividades previstas Atuação da diretoria para identificar demandas dos grupos de pesquisa e disponibilização de funcionários; avançar na gestão do LAMULT, dos EMUs e acervo de equipamentos de acesso controlado (EAC) (item 1) -FAP_IFGW) Atuação da diretoria para identificar demandas dos grupos de pesquisa e disponibilização de funcionários; discussão em nível de CSA e CI; coordenação do LAMULT, responsáveis pelos EMUs e pelos EACs em sintonia com item 1) Discussão de novo PLANES para funcionários; implementação de ajustes para funcionários em acordo com decisões do CI e CSA. Planejar formação do GATE em sintonia com item 1).
    Objetivos Identificar necessidades de desenvolvimento de instrumentação e equipamentos que seriam atendidos pelo GATE; integração com atividades do LAMULT, EMUs e EACs. Identificar necessidades de desenvolvimento de instrumentação e equipamentos que seriam atendidos pelo GATE; utilização destas informações para revisão da descrição das funções (item 9) Estabelecer prioridades para contratações; transparência e propiciar a criação do GATE por utilização dos funcionários interessados com perfil adequado e contratação quando possível.

Download deste documento